17 outubro, 2007

Maturar


Certa vez, meu pai disse:
– Filho, às vezes precisamos ser um pouco burros na vida.

E ele tem razão
Prepotência querer entender as vicissitudes do mundo
Sem antes se dar conta da pequeneza da mente





"As coisas estão no mundo, só que eu preciso aprender"
[Paulinho da Viola]



Maturar é difícil
Sobretudo para os que se dão conta dessa missão tardiamente



"(...) Uma aprendizagem de desaprender"
[Fernando Pessoa]




Prosseguir é preciso
Viver também o é
Mesmo com a sensação de ainda tatear a opacidade.



"A gente só sabe bem aquilo que não entende"
[Guimarães Rosa]


Para mim, os vestígios do crescimento se deram
Em cima, em decorrência ou em função de alguma dor
Espécie de superação isolada, reclusa e não-compartilhada
Porém, consciente e, de certa forma, renovadora.




“Dor não é amargura”
[Adélia Prado]



As dores não foram suficientes para crescer?
Talvez sim, embora espere pelas próximas
com certa complacência
Porque, no fundo, vou sempre estar insatifeito
com a possibilidade perdida de um agir outro
de um recomeço.



[droga
poderia ter feito diferente
por que eu não falei aquilo?
agora foi
tá falado
já era
deixa pra lá]



Reconheço minha condição imatura
Por não conseguir desvincilhar-me
Da eterna vontade de crescer
De ter o mundo esclarecido
Reconheço essa vã pretensão

Mas confesso que queria, por um dia
Experimentar a sensação
De um fruto num pomar
Do grão verde até sua queda
Sucumbido pelo tempo
Que soube usar de paciência
Para esperar pela apoteose da sua maturação final






[Que bela árvore
essa a do jardim
Parece centenária.
Não é. Não sabemos a idade.
Já estava aqui desde que nos mudamos
pra essa casa.]







Acho que ia ser feliz nesse dia.



Um comentário:

Cristina disse...

Se eu não me engano, foi Jorge Luís Borges que disse que o fracasso possui uma dignidade que o sucesso não tem. Infelizmente, a maioria dos processos de amadurecimento da alma acontecem por meio das desilusões que temos ao longo da vida. Mas, por outro lado, deixamos para trás uma faceta "cor-de-rosa" e uma crença inabalável que tínhamos quando crianças de que tudo em nossas vidas daria certo.

Beijocas