18 outubro, 2007

O baile




[vamos, estamos atrasados
espera, falta só pegar o convite
está aqui comigo. vamos]


Hoje é dia de festa.


"Como se vozes humanas enfim cantassem a capacidade de prazer que era secreta em mim. Carnaval era meu, meu."
[Clarice Lispector]



Dia também de música.


"Quero dançar com outro par pra variar, amor"
[Los Hermanos]

De baile.


"Quem é você, diga logo, que eu quero saber do seu jogo"
[Chico Buarque]


Dia de êxtase.


"Para que chorar
O que passou
Lamentar perdidas ilusões
O meu povo vibra
Cheio de euforia
Extasiando os corações"

[Beija-Flor, 1987]

***

O carnaval me deixa feliz
mesmo quando danço sozinho no salão.
Mas, no fundo, eu sei
que eu quero mesmo é um outro par
nem que seja pra variar o passo
a música
o amor
ou a dor.


Um comentário:

Guiu Lamenha disse...

Lembrei de antigos carnavais agora. Os que passei na minha pequena cidade, entre risos e alegria com o ensaio das máscaras negras. Depois Olinda, Salvador, Rio de Janeiro. Até dos carnavais passados em frente à TV, extasiado diante das escolas tão belas e grandiosas. Saudades.