13 janeiro, 2008

Realeza


[Escutando "Lágrimas sofridas", dos Los Hermanos]


Graças a sua conduta
Pus-me no lugar que me é de direito
Nem sempre merecemos o trono da nobreza
Principalmente quando se quer ser mais real que o rei
Quem carrega a coroa também perde a majestade

...


O orgulho cintila
O amor se exaspera
A dúvida cresce
Certa raiva reverbera
E a preocupação vem à tona:
Como não transparecer isso ao mundo?

...


Altivez
Soberba
Nobreza
Incerteza


Realeza
Beleza
Sua Alteza
Vossa fineza
Minha tristeza



3 comentários:

J.Machado disse...

Grande Daniel
Confesso que gosto muito do "Los Hermanos", pra mim verdadeiros poetas.
Grande parte do que escrevo é sobre o que sinto ou algum desejo meu.
Por exemplo agora, enquanto escrevo estas palavras, ouço uma música deles chamada "O vento".
É isso.
Gde abraço.

Marco Antonio disse...

Gostei... simples e expressivo.
E Los Hermanos... prefiro nem comentar que dá saudade.

M.Cesar disse...

real/realeza...real/verdadeiro..cabe a nós escolher como sermos reais.
Ta melhor???