21 fevereiro, 2008

Paradoxo


“A vida trafega a bordo do paradoxo”
[Frei Betto]




Certas vezes, nos apropriamos de frases alheias.
E eu não fujo à regra.
Uma delas é: “Eu me contradigo porque sou muitos”.
Dita um dia por um grande amigo


***

Muitos acusam o fato de ser geminiano
Muito embora esses muitos também acusem
O fato de me apresentar no palco da dupla face
Pobres mortais que se dividem no clichê do bem e mal
E não conseguem entender a capacidade
Que qualquer um tem de ser
Múltiplos num só corpo, numa só alma
Mesmo com um só coração para de tudo dar conta


***

A lágrima vertida do rosto benze felicidade e tristeza
O riso esconde a face do menino ao mundo arredio
Argumentos vão e vêm num trânsito livre
Com salvo conduto para alternar qualquer ponto de vista
O cotidiano é pontilhado por quereres, humores e dissabores
Que às vezes travam um diálogo alheio à minha vontade
O olhar distante revela a vontade de ser um grupo
Pois ser muitos não significa estar sempre em companhia



***


O corpo padece de disposição
A fala pede mais ímpeto
O coração quer novo pulso
O olhar demanda atenção
E, aos ouvidos, duas breves canções:




“Eu preciso andar um caminho só
Vou buscar alguém que não sei quem sou”

“E no final assim calado
Eu sei que vou ser coroado rei de mim”

[Los Hermanos]



3 comentários:

Mr. Ziggy disse...

Eu creio nesse carátr multifacetado do ser humano. Mas prefiro me ater à sociedade ocidental, entende? Somos exatamente assim, pois curtimos nos mascarar e/ou somos adaptáveis às mais variadas circustâncias. Isso faz de nós assim, multi, ao mesmo tempo tão únicos e ao mesmo tempo vários. Isso é um paradoxo muito bacana!

Cara, teus versos tão cada dia melhores! *Sinais de reverência*

Zy

Bárbara Matias disse...

Ei Dani...

Nossa... me encantei com esse "paradoxo"...
Estudei muito isso semestre passado.. e diz de verdade... isso num é uma loucura??
mas sabe? Ao mesmo tempo.. não é assim tão verdade?

voce expressou auqi mtos dos meus sentimentos, pensamentos e conflitos mais recentes.... como diria filipe garcia :" impossivel vc não ter lido minha alma.."

Mto obrigada por este texto...


Um bjo...

Luis Fernando disse...

ora, é claro q devemos dizer as frases dos outros! assim disse Renato Russo: "quais são as palavras que nunca são ditas?!"a final, gostei desse seu tema de sermos um e sermos muitos de um!gostaria que vc passasse em meu blog, isto é, se quiser, claro! taí o link: http://parasoperdido.blogspot.com/ espero q aprecie! :)