11 fevereiro, 2008

Água viva


[Clique na imagem para ampliar]

5 comentários:

Marco Antonio disse...

Ficou muito maneira essa idéia de máquina de escrever. Lembro da minha infância, quando eu brincava com a da minha mãe... era uma Olivetti verde... adorava escrever nela.

E muito bonito o texto também... adoro ler sobre o amor. Acho que é um das poucas coisas que não me cansa... é o amor.

R Lima disse...

O cheiro do anseio em doces tons sinalizam a alvorada do reencontro e guardam em sim momentos de só prazer.

Cheiro de papel e fita.. Cheiro de som a cada nova letra encravada...

Som que remete os líricos contos de Amor..

Viva-os e perpetue-os.

Abçs meu caro,




Texto de hoje: CoRaçÃo...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

Mr. Ziggy disse...

Lindo, kra! Reconhecer e valorizar as coisas boas da vida são de uma nobreza imensurável. Parabéns!

J.Machado disse...

Daniel, grande Daniel.
Falar de amor é bom demais. Amar também talvez o seja.
Ler sobre a sua sensação fria do vento e da água sobre o corpo, faz-me reviver os sábados a tarde minha infância. Tardes de céu rosa, de cheiro de limpeza e bolo assando.
Como é bom!
Belo texto.
Abração meu caro

FlaM disse...

Nossa que coisa bonita esse também, Dani! 'brigada por me mostrar. Sabe que o que tenho mais gostado nas minhas caminhadas é que elas têm coincidido com a chuva. Quando em plena caminhada, já com o corpo suado a chuva vem refrescar e se misturar ao líquido do corpo. Aí tem sempre alguém para comentar Isso é bom é para um resfriado! Eu não acho e não acredito! Isso é bom é para a saúde, para o corpo e para a alma - para a pele e para a raiz dos cabelos e das idéias! Prá vida!
Com amor junto então... putz, faz isso comigo não,nem me lembra!, pq solitária já tá de bom tamanho...
Olha: sabia que Água viva é o que mais eu gosto "Dela"?
bj, f